sábado, 24 de maio de 2014

Escada para o céu



Silente em introspecção

Em terra nua, crua, árida e deserta nostalgicamente.

Saúdo as gaivotas e mergulho na inspiração

Calmo, retido nas mais loucas elucubrações.

Em que os raios celestes iluminam minha mente

Penitenciando-me dos erros, acertos e crente

Que o que vejo: - já ciente! É uma antevisão

Do caminho que passo a passo me levará à redenção.



Wagner Marim-10/05/2014

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Regras (Poetrix)

Não meço palavras
Mas carrego na algibeira
Trena, régua e muita baboseira.



Wagner Marim-14/05/2014