quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Ainda há poesia



Poesia sempre há de ter
Num brilho no escuro há de ser
Na trilha na vida e morte aparecer
Na quilha no pote no mote fenecer
Sempre poesia há de haver
No silêncio da alma conhecer
Quem anda pela manhã o dia tecer.

Wagner Marim

domingo, 25 de agosto de 2013

O Outro Lado (Pantum)


O Outro Lado

Já esteve do outro lado
Navegando em outras eras
O espírito até enlevado
Perdido em inúteis trevas

Navegando em outras eras
O barco em que a luz emproa
Perdido em inúteis trevas
O cantar da alma perdoa

O barco em que a luz emproa
Tece a realidade fria
O cantar da alma perdoa
Quem desta forma sofria

Tece a realidade fria
Do fantasma inesperado
Quem desta forma sofria
Já esteve do outro lado

Wagner Marim-19/07/2013

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Novo dia



Abre a janela.
Deixa o sol entrar.
Vê que o dia é muito belo para deixa-lo fora.
Deixa-o adentrar em teu coração, iluminar tua vida.
Molha o jardim.
Rega teus sonhos.
Faz uma oração, sim!
Oferece a alguém uma prece.
Doa um pedaço de pão a quem precise.
Dá a mão a quem procura.
Aproveita o dia, não te apresses.
Há alguém neste momento pensando em ti.
Leva teu filho a passear.
Vai a uma praia, a uma cidade qualquer.
Curte teus netos, tua família.
Leva-os à feira, ao shopping, ao circo, ao cinema, a um parque.
Oferece-lhes um pastel de feira, compra-lhes doces, refrigerantes e flores.
Tira fotos, toma um sorvete.
Faz de cada dia o mais belo
Pois, ele é único e intransferível.
Um admirável novo dia traz por completo 
A inocência da beleza que ele carrega.


Wagner Marim

sábado, 10 de agosto de 2013

Espionagem

Vocês que estão me vigiando
Por todos os locais, até por onde ando.
Decerto já devem saber do banco
E do meu saldo vermelho-de-lascar.
Quiçá poderiam transformá-lo num piscar
Corrente e líquido: em azul da cor-do-mar.


Wagner Marim-09/08/2013