domingo, 25 de agosto de 2013

O Outro Lado (Pantum)


O Outro Lado

Já esteve do outro lado
Navegando em outras eras
O espírito até enlevado
Perdido em inúteis trevas

Navegando em outras eras
O barco em que a luz emproa
Perdido em inúteis trevas
O cantar da alma perdoa

O barco em que a luz emproa
Tece a realidade fria
O cantar da alma perdoa
Quem desta forma sofria

Tece a realidade fria
Do fantasma inesperado
Quem desta forma sofria
Já esteve do outro lado

Wagner Marim-19/07/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário